Quando é preciso contratar um advogado para requerer meu benefício no INSS

Por Tatiane Oliveira da Silva

É preciso recorrer a um profissional para requerer a aposentadoria ou outro benefício junto ao INSS? Claro que não!

Se você mantém ativa sua qualidade de segurado, basta ter preenchido os pré-requisitos necessários para a obtenção do benefício, juntar os documentos exigidos e agendar um horário de atendimento junto ao INSS.

O agendamento pode ser feito em uma agência previdenciária, no site da Previdência ou ligando para o telefone 135.

Ocorre que, na maioria das vezes, os segurados tentam requerer o benefício sozinho, porém, sem sucesso.

Sempre existe a possibilidade de o INSS barrar seu pedido por algum motivo – em algumas situações, até sem motivo – por isso, a ajuda de um profissional pode fazer toda a diferença. Esse advogado deve ser especialista em previdenciário.

  1. O que faz o Advogado Previdenciário? 2
  2. Quando não contratar um advogado previdenciário 4
  3. Dicas de como escolher um bom advogado previdenciário 4
  1. Quais as vantagens de contratar um advogado previdenciário? 6
  1. Quanto cobra um advogado previdenciário? 7
  2. Posso contratar um advogado online? 8

Conclusão 9

1. O que faz o Advogado Previdenciário?

O advogado previdenciário tem a função de atender, acompanhar e fiscalizar todos os atos necessários que assegurem os benefícios direcionados aos segurados do INSS. 

Ou seja, o advogado previdenciário deve fazer valer o que dispõe o artigo 621 das Instruções Normativas do INSS: “O INSS deve conceder o melhor benefício a que o segurado fizer jus, cabendo ao servidor orientar nesse sentido”.

A fim de alcançar os objetivos desejados de forma correta e justa, o advogado previdenciário pode ser acionado desde o início do processo, visando orientar e apresentar ao seu cliente as ações mais vantajosas a serem tomadas junto ao INSS.

Dessa forma, podem ser atendidos pelos advogados previdenciários os segurados que buscam os seus benefícios para:

  • – Aposentadoria especial;
  • – Aposentadoria por idade;
  • – Aposentadoria por tempo de contribuição;
  • – Aposentadoria por invalidez;
  • – Auxílio-acidente;
  • – Auxílio-doença;
  • – Reabilitação profissional;
  • – Revisão de benefícios;
  • – Pensão por morte;
  • – Reconhecimento de tempo como trabalhador rural.

Agende uma Consulta

2. Quando não contratar um advogado previdenciário

Se você estiver com toda a documentação em mão e não tiver dúvidas de como enviar para esses documentos para o INSS acreditamos que você não precise de um advogado.

Quando estiver seguro quanto ao valor do benefício que está recebendo também acreditamos que você não precise contratar um advogado.

3. Dicas de como escolher um bom advogado previdenciário

Na hora de contratar um advogado previdenciarista é preciso ficar atento a alguns aspectos:

Advogado de verdade. Infelizmente, hoje existem muitas pessoas que se passam por advogados, quando na verdade são atravessadores. Certifique-se se o profissional que você está contratando está inscrito  e regular na OAB.

Atente-se, também, ao seguinte:

  • Descubra se o advogado é especialista em INSS

  • Veja se o advogado já escreveu artigos sobre Direito Previdenciário

 

  • Evite advogados que apresentam soluções sem analisar seus documentos

  • Não escolha o advogado apenas pelo valor dos honorários

  • Bom atendimento. Você vai se relacionar com o advogado por alguns meses, no mínimo. Logo, o bom atendimento é indispensável. Atender o telefone e tirar as dúvidas de como está o processo são atitudes simples de todo bom advogado previdenciarista.
  • Presença no mundo digital. Com um mundo cada vez mais digital, o bom advogado deve estar presente também no mundo digital. Atendimento por whatsapp, reuniões por vídeo chamada e compartilhamento de informações para a população são práticas de um bom advogado.

Agende uma Consulta

 

4. Quais as vantagens de contratar um advogado previdenciário?

Segurança e tranquilidade estão no topo da lista de vantagens de contratar um advogado previdenciário. Além disso, quem contrata um advogado especialista em benefícios do INSS conta com:

  • Valor do benefício correto.

  • Ajuda na hora de reunir todos os documentos.

  • Benefícios podem sair mais rápido.

  • Não solicitar benefícios que não tem direito.

  • Ter concedido o melhor benefício

 

5. Quanto cobra um advogado previdenciário?

Em troca de seus serviços, o advogado especialista em INSS recebe honorários advocatícios. O valor destes honorários é definido por cada advogado de acordo com a sua competência técnica e a qualidade do seu serviço.

Contudo, a OAB estabelece um “mínimo” que os advogados de cada estado podem cobrar. É a famosa “tabela da OAB”. A OAB de cada estado possui a sua própria tabela.

Portanto, basta consultar a tabela no site da OAB de seu estado.

O valor mais praticado no mercado é:

  • 30% dos atrasados.
  • 3 primeiros benefícios (25% das 12 vincendas).

Então, a regra é: o advogado não pode receber mais que você e ele não pode cobrar menos do que o mínimo regulamentado pela OAB.

Em muitos casos, o advogado não cobra nada para dar entrada em seu processo. Dessa forma, recebe apenas um percentual ao final do processo se conseguir garantir o seu benefício.

Mas você não deve nunca escolher um advogado apenas pelo preço! Muitas vezes, o barato pode acabar saindo muito caro. Se um advogado cobra muito barato pelo serviço, desconfie da qualidade deste profissional! Se ele não valoriza nem o próprio trabalho, será que vai valorizar o seu caso?

Assim, busque sempre profissionais com base na qualidade de seu serviço. Sinta confiança no atendimento e, só depois disso, feche o contrato.

Afinal, a qualidade do serviço do advogado responsável por cuidar do seu benefício previdenciário pode definir a sua vida pelos próximos anos. Ou seja, busque sempre um serviço de qualidade.

Agende uma Consulta

6. Posso contratar um advogado online?

É preciso ter várias cautelas ao contratar um advogado online. 

Caso você esteja procurando um advogado em Santa Catarina e você seja de Porto Alegre, por exemplo, é conveniente se certificar que o advogado é inscrito na OAB local, bem como verificar se o escritório possui estrutura física para atender as demandas necessárias.

Atualmente a advocacia, com a implantação dos Processo Judicial Eletrônico, pode ser exercida remotamente. Ou seja, um advogado em Porto Alegre pode tranquilamente atuar em processos eletrônicos tramitando em comarcas de outros estados. 

Portanto, a dica é entender que atualmente a tecnologia permite a contratação de advogado diretamente online, sendo importante observar os cuidados acima.

Agende uma Consulta

Conclusão

Infelizmente, o INSS está negando cada vez mais benefícios.

Atualmente, o INSS nega cerca de 50% dos benefícios que analisa.

Isso acontece, inclusive, em casos onde o contribuinte tem direito ao benefício.

Porém, a decisão do INSS não é definitiva.

Exatamente por isso é importante analisar profundamente essa decisão antes de aceitá-la.

Se for identificado algum erro do INSS, é possível rever essa decisão administrativamente ou por meio de uma ação judicial.

A depender do caso, uma opção pode ser mais vantajosa do que a outra.

Independentemente da opção escolhida, é sempre bom contar com a ajuda de um especialista.

Agende uma Consulta

Se, ainda assim, você tiver alguma dúvida sobre esse assunto entre em contato conosco e converse com a nossa equipe jurídica especializada na área.

Entrar em contato com especialista

Gostou do conteúdo? Compartilhe este artigo nas suas redes sociais!

Advogada, casada, apaixonada por animais. Formada em 2003. Especialista em Direito Civil, Família, com ênfase em Divórcio, Inventário e Partilha de Bens. Proprietária de escritórios, situados em Alvorada, Canoas e Porto Alegre.

Serviços:

Divórcio, Dissolução de União Estável, Inventário, Guarda, Alienação Parental, Interdição e Medida Protetiva.

Entrar em contato com especialista

Leia mais artigos como esse em https://www.tatianeosilva.adv.br/blog

Deixe um comentário